quarta-feira, 28 de maio de 2008

Guitar Hero ( e os jogos) - um fenômeno cultural




Hoje eu vou lhes dar informações sobre meu novo e bom vício (que daqui a pouco vou alimentar mais um pouco no shopping) que vem se juntar a outros como tomar açaí todo dia, ler, e (tá bom, eu confesso) acessar a internet! xD

GUITAAAR HEEEEERO!

Liberte o guitarrista que há em você



Ééé, essa série de jogos, que se transformou em fenômeno cultural em todo lugar em que é lançado, inclusive no Brasil, onde temos comunidades, fóruns, e mais uma cambada de coisas sobre o(s) jogo(s), e mais inclusive e extraordinariamente, em Macapá - AP, onde já contamos com um arcade de Guitar Hero 3 no nosso único e minúsculo shopping (pelo menos dizem que é um shopping!).
Não é de hoje que os videogames estão ganhando cada vez mais atenção da mídia, que agora já não é somente a especializada. Os maiores conglomerados de mídia (TimeWarner, General Eletric, etc) já noticiam ou tem seções separadas para jogos eletrônicos. O New York Times já colocou GTA como notícia de capa, a MTV fez um acordo multimilionário com a Eletronic Arts (que divide o primeiro lugar como publisher de jogos com a Activision Vivendi) e comprou uma das duas empresas que desenvolviam Guitar Hero (e que eram da Activision) para a produção de um jogo que pudesse competir com o novo fenômeno gamístico.

[história resumida: Harmonix, que desenvolvia e
a RedOctane, que publicava e ajudava no desenvolvimento, trabalhavam juntas no Guitar Hero e Guitar Hero II, para a Activision. Na pré-produção do Guitar Hero 3, a EA e a MTV chegaram com uma oferta para a Harmonix deixar a Activision e fazer um jogo musical em para eles, e ela passaria a fazer parte da MTV, e assim a Harmonix mudou de time e agora as duas são rivais, acirrando a briga da EA e Activision pelo primeiro lugar como publisher..]

Continuando...
O recente de lançamento de GTAIV, quando o mesmo se estabeleceu como o maior lançamento da história do entretenimento (incluindo aí música, cinema, livros, etc), que gerou (R$500 milhôes de doláres incluindo tudo) R$310 milhões em receitas, fez mais ainda as pessoas enxergarem quem é que manda no pedaço agora! xD
Nada mais justo, pois a indústria dos jogos movimenta mais dinheiro atualmente que o cinema, e isso só tende a aumentar com as novas versões de Guitar Hero, que agora ganhou a companhia de Rock Band,o jogo da MTV/Harmonix, que inovou por trazer, além da guitarra em foma de controle, também um controle-bateria, e um microfone, que juntando com uma segunda guitarra para servir de baixo, formam uma banda de rock completa (daí o nome do jogo, Rock Band, dãããã), sem esquecer que o Wii continua trazendo novos consumidores para a indústria.

E uma ultima nota interessante: Os grandes lojistas norte-americanos estão repensando a maneira como organizar os produtos nas lojas, para atender os jogos que agora são procurados também por um tipo um pouco diferente como pais de família tentando comprar um Wii, ou garotas querendo um Nintendo DS.. Veja abaixo uma parte da matéria retirada desse endereço:
"Em entrevistas concedidas na semana passada, DeMatteo e Bob McKenzie, vice-presidente sênior de promoções da GameStop, disseram que os novos cliente desempenhariam papel mais importante nas quase cinco mil lojas da rede mundial do grupo. "Agora, existe uma gama realmente ampla de produtos com apelo para audiências muito mais amplas do que no passado", disse DeMatteo. 'Honestamente, estamos tendo de repensar a maneira pela qual organizamos as coisas em nossas lojas em termos de promoção, distribuição de espaço e atendimento ao consumidor, porque não atendemos mais apenas os jogadores dedicados, que entram sabendo exatamente o que desejam'."


Agora que todos (os que não sabiam) a importância atual dos videogames, imagine um jogo/simulador musical que traga uma das outras coisas mais legais (escutar música), só que de outra forma, por que no Guitar Hero você é o artista! (Parece propaganda baraaaata biiiicho!!!)
É isso mesmo que você ouviu! O game vem com um controle em forma de guitarra, que é usado para tocar as músicas do game (um controledesse está reproduzido na imagem um pouco mais acima, onde aquele guitarrista renomado está no meio de um solo um tanto quanto agitado).
Talvez você desanime quando ver que a playlist dos jogos não tem muitas músicas conhecidas pra maioria das pessoas, mas quando você começa a descobrir as pérolas que têm, sua vontade de tocá-las aumenta ainda mais, sendo que depois de um tempo, você faz igual eu e baixa todas as músicas das edições pro seu PC! xD
Quando foi lançado, em 2005, o jogo não tinha o status que tem hoje, mas a procura foi aumentando cada vez mais nas lojas, a ponto de faltar jogos em alguns lugares..
Atualmente nos EUA, já adquiriu o status de fenômeno cultural. Bares e casas noturnas promoveram competições do jogo e fãs ainda colocam seus vídeos na internet. Uma busca pelo nome do jogo no YouTube rende mais de 76 mil resultados. O site guitarhero.com serve para os jogadores do mundo todo compartilharem seus recordes por meio de fotos e vídeos, e são criadas até bandas virtuais, que tocam e tem fãs (chamados groupies), atualmente há bandas com até 1 milhão e meio de groupies!

Minha história de amor (e ódio) com o jogo começou a pouco tempo (o amor), e a não tão pouco tempo também (o ódio)...
Antigamente, eu ficava com raiva por um jogo "besta e sem-graça" ter status de capa na EGM Brasil ("A" revista de games do Brasil), e matérias exclusivas, etc. Xingava o redator de tudo quanto é nome, e detalhe, isso antes de jogar o dito cujo!
Aí, uns 4 meses atrás, tinha um videogame aqui em casa, alugado, e na memória tinha o Guitar Hero II.. E eu comecei a jogar, só pra falar mal depois. Qual não foi minha surpresa quando já estava de pé com o controle normal (pobre não tem guitarra!) de um play2 na mão..
E assim eu comecei a jogar, e joguei, joguei, e contaminei meus amigos também que passaram madrugadas comigo jogando..
Até queeee, chegou no shopping um arcade do Guitar Hero 3, com guitarra! E assim eu aumentei minha técnica, toquei horrores, passei vergonha no começo mais horrores ainda! xD
Se você ainda não jogou guitar hero, não perca mais seu tempo, procure o Arcade mais perto da sua cidade (ou compre um videogame, jogo e guitarra seu granado!) e comece sua carreira de guitarrista hoje mesmo

Hoje, sou um jogador já com um pouco de habilidade, a ponto de arrancar suspiros de jogadores "perus" no shopping, e agrupar uma pequena multidão pra ver "aquele joguinho de música com guitarra".
___________________________________________________________________

OBS.: Agradecimentos especiais a minha amiga Naiara Betânia (Beth ou Nai para os íntimos) pela ajuda com a pesquisa e a espera para ver o post..hehehe

5 comentários:

naiarabetania... u.u disse...

Até que enfim consegui ler o post! lol
Guitar hero realmente é um jogo de amor e ódio... Eu já odiei, ainda vou ver se amo. Mas prefiro pump it. É o único jogo que eu sei realmente jogar além dos joguinhos do super nintendo, sim aqueles do cartucho que a gente fazia questão de soprar pra poder funcionar, mesmo que nos avisos estivesse escrito que não podia soprar!
Preciso me atualizar... o.o

Carlos Renan disse...

eu nunca joguei pump, mais por vergonha q por falta de vontade...
xD
com botôes e dedos eu meu saiu bem, agora com dança e rebolado, não..
eheuheheu

Maíra Oliveira disse...

ha..

rebolando pagava pra ver..

eu apoio o companheiro renan..

odeio pump e adoro Hero mas eu jogo o II mas num tem problema não..

as musiquinhas ate q são legais..

hauhsuahsuahs

Marcus disse...

e ai amigo.. achei teu blog muito interessante, mto bom mesmo....
parabéns pelo teu bom desempennho no Guitar Hero, conheço melhores, mas tu está num nível bom..isso é legal..
nao vou flar sobre musica e futebol, pois temos opiniões opostas, isso complica as coisas no momento, mas é isso ai...td de bom..
flw, abraços

Anônimo disse...

Perche non:)